terça-feira, 9 de março de 2010

Filme: A sociedade dos poetas mortos

“Pegue seus botões de rosa enquanto pode. O tempo está voando. A estas horas, flores que hoje riem, amanhã estarão mortas”.
Carpe diem

Volto eu aqui(muito sem graça pelo sumiço) fazer um novo post, mas antes, gostaria de agradecer ao comentário da "soninhapura". Querida, eu que tenho que agradecer pelo seu comentário. Fui ver o que eu havia postado e bem, mensagem certa no momento em que eu mais precisava. Obrigada!

Ok, ok, voltando..
ahuhahauhau
Iniciei este post com uma bela citação. Ela faz parte de um filme que acabo de assistir: "Sociedade dos Poetas Mortos".
Não viram? VEJAM!

Há tempos ouço falar deste filme e somente agora senti interesse em assistir.
Eu estava moscando na internete quando resolvi procurar por filmes que fossem estudados na psicologia. Baixei vários e o primeiro que assisti foi este.
O filme é um tanto antigo, lançaram no ano que nasci(1989) e possui um conteúdo único.
O personagem foco é o professor John Keating, que começa á lecionar em um rigoroso colégio para rapazes, onde aplicava-se o respeito e castigos um tanto severos. Expulsões quase não existiam, eram como um grande desafio que muitos tentavam, porém, quase ninguém conseguia.
Keating é um professor idealista, tinha em mente que, antes de qualquer coisa, os alunos deveriam acreditar mais em si mesmos, sonhar, fantasiar e viver demasiadamente. Carpe Diem se torna um termo usado constantemente pelos alunos por influência do professor.
Enxergar a nova visão do mundo, fora das repressões, faz com que os alunos aflorem em si a vontade de ser quem realmente são, mudam-se as contigências e a Sociedade dos Poetas Mortos resurge, podendo assim ser mostrado para eles próprios que são capazes de realizar qualquer coisa, principalmente á ler e escrever poesias, o intrínseco ganha força o suficiente para que seus comportamentos frente aos problemas ortodoxos do colégio sejam opostos aos que já eram impostos, os estímulos aversivos parecem-lhes menores desta forma. E assim nasce o processo de identidade e formação de personalidade(que meus professores não leiam que eu ainda não sei que linha seguir e já misturei social, com comportamental e psicanálise xD)
Por que recomendo este filme?
Ótima história, ótima lição de vida!
Além do Capie Diem, notei outro fator interessante. Este filme, pelo menos para mim, traz a idéia de fidelidade e lealdade, companheirismo e determinação, sonhos e desejos..

*** “Fui à Floresta porque queria viver livre. Eu queria viver profundamente, e sugar a própria essência da vida… expurgar tudo o que não fosse vida; e não, ao morrer, descobrir que não havia vivido”.
Henry David Thoreau


De que alguma forma, ao ler este blog, se interessem pelo filme. Com certeza terá um grande significado em sua vida, talvez não, mas se isso ocorrer, repense. Nada que é visto ou lido passa despercebido. Se assim for, não lhe serviria para nada prosseguir em seu caminho


And here we go again!!

Beijos da Samurai

quarta-feira, 3 de março de 2010

Só por hoje - Legião Urbana

video


Só por hoje eu não quero mais chorar
Só por hoje eu espero conseguir
Aceitar o que passou o que virá
Só por hoje vou me lembrar que sou feliz

Hoje já sei que sou tudo que preciso ser
Não preciso me desculpar e nem te convencer
O mundo é radical
Não sei onde estou indo
Só sei que não estou perdido
Aprendi a viver um dia de cada vez

Só por hoje eu não vou me machucar
Só por hoje eu não quero me esquecer
Que há algumas pouco vinte quatro horas
Quase joguei a minha vida inteira fora

Não não não não
Viver é uma dádiva fatal!
No fim das contas ninguém sai vivo daqui mas -
Vamos com calma !

Só por hoje eu não quero mais chorar
Só por hoje eu não vou me destruir
Posso até ficar triste se eu quiser
É só por hoje, ao menos isso eu aprendi

Yeah!

segunda-feira, 1 de março de 2010

Let the flames begin(tradução) - Paramore

video

Deixe As Chamas Começarem

Estrofe 1:
Que vergonha nós nos tornamos coisas tão frágeis e despedaçadas.
Da lembrança só sobrou
Algumas faíscas
Eu dei todo o meu oxigênio
Para deixar as chamas começarem x2
Oh glória, oh glória

Refrão:
É assim que vamos dançar quando eles tentarem nos pôr pra baixo
É assim que vai ser


Estrofe 2:
Em algum lugar a fraqueza é uma força
E eu vou morrer procurando por isso
Eu não posso me arrepender
Por tanto egoísmo
Minha dor e todos os problemas causados
Não importa o quanto durem
Eu acredito que exista esperança
Enterrada por baixo de tudo e
Escondida por baixo de tudo e
Crescendo por baixo de tudo

Refrão:
É assim que vamos dançar quando quando eles tentarem nos pôr pra baixo
É assimque vamos cantar (oh)
É assim que ficaremos de pé quando eles queimarem nossas casas
É assim que vai ser, oh glória

Alcançando à medida que mergulho na luz

Refrão:
É assim que vamos dançar quando eles tentarem nos pôr pra baixo
É assim que vai ser (Oh)
É assim que ficaremos de pé quando eles queimarem nossas casas
É assim que vai ser, oh glória