quinta-feira, 11 de novembro de 2010

E pessoas sorriem

Levanto as 5h30 para dar tempo de tomar um longo banho quente, pensar em acordar por inteiro, passo meio quilo de maquiagem para parecer mais um ser humano do que zombie. Pego minha chave, ponho meu fone e saio.

Distraio-me com o céu nublado, ventinho frio da manhã.

7h da manhã e pessoas estão rindo na rua, pessoas conversam e eu continuo séria e sem entender o por que de as pessoas sorrirem em uma manhã.. as 7h da manhã! Me irrito com tanta efusividade.

Chego na sala e de repente me vejo com mais quatro alunas e a professora. Cadê todo mundo? Cadê a prova? Espero.

Mais alunas se aproximam e quem nunca me deu “oi” me cumprimenta com um ar feliz e um sorriso. Sorriso as 7h da manhã!

Começa a prova. Termino em instantes e me despeço dali.

“Doce, doce!!”, suplica minha mente. “Glicose glicose”, implora meu sangue.

Percebo o quanto as pessoas continuam sorrindo.

Passaram-se as 7h e já é meio dia e alguma coisa. Todo mundo terminou de almoçar e eu sinto aquela moleza pós-almoço, quase que um convite para a morte instântanea e momentanea. Resisto. E as pessoas continuam sorrindo.

Será que eu sou muito mal humorada ou as pessoas se sentem menos mal humoradas se derem risadas para que eu fique mal humorada? É uma reação em cadeia?

Mais um dia corrido chega ao fim e eu penso mais uma vez no que terei que entregar amanhã. Faculdade é uma coisa muito corrida.

17h e me sento aqui em frente do pc para fazer uma correção do teste e meu TCC. São 19h50, ainda com mal humor pelos sorrisos efusantes da manhã e as gargalhadas que ouço daqui do segundo andar.

Não sinto meu corpo reagir de acordo com o que deveria. Estou muito cansada mas tenho uma formiga interna querendo que eu dance, uma dor terrivel de cabeça pedindo para que eu largue tudo vá dormir e ao mesmo tempo um zumbidinho que me faz duvidar se serei capaz de adormecer, sempre me diz que terei uma longa noite de insonia.

Minha voz ecoa no vazio das vibrações de minhas cordas vocais. O som não sai e quando o faz, a rouquidão. Tenho muito à dizer e nada sai, fica preso aqui e quando consigo, não me escutam, o som é baixo o bastante para não fixar na mente das pessoas. Enlouqueço.

E as pessoas continuam sorrindo!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Primeiro post em nova coluno do "Semeador"

Olá irmãos, tudo bom? =]

Primeiro quero anunciar que não faço mais parte da coluna Atualidades e que migrei para a coluna Mulher. Mudança um tanto drástica, não? xD
Pois bem, eu escrevo e faço vídeos sobre beleza, moda e estética no site Like a Make e posto vídeos tutoriais em meu canal do youtube.
Com certeza desse ramo eu entendo e me identifico mais.

Apesar de esta coluna se chamar "Mulher", também postarei eventualmente dicas para homens, claro! Quem disse que só mulheres se interessam por moda e estética?

Deixarei também em evidência em todos os posts que estou aberta á pedidos de videos ou posts sobre qualquer assunto, atenderei na medida do possivel!

Bom, para estreiar a coluna vamos falar um pouco sobre tendência primavera-verão 2011!


Para as mulheres sempre ressalta-se o uso de vestidos na primavera, mas desta vez temos o diferencial: renda!

Yés, puro lusho!


As rendas voltaram e estão cada vez mais diferentes em diversos aspectos, como mistura de cortes, formas geométicas, desenhos, estampas, transparencias e cores. Chega de só renda branca para o dia e preta para a noite. Se joga!

A diversidade e excentrismo da moda dos anos 50 e 60 também estão de volta para esta estação. Saias godê e espartilhos mais uma vez invadindo a moda de 2011. Calças cigarretes e vestidos em trapézio servem como simbolo dos anos 60 e estarão em alta para o verão. Se você guardou as calças "pega-porco" do ano passado, tratem de já ir lavando e tirando as manchas!

O look trunfo para noite de vestido preto e scarpin ainda são usados e respeitados. O complemento de detalhes de animais são um acréscimo, não uma exigência.

Macacões e macaquinhos, estampados, lisos, largos e ajustáveis. É, esses parecem nunca sair de moda no verão, não é mesmo? E ainda que saiam, é uma das roupas mais confortáveis e menos pegajosas para o verão. Sem suor no verão, please!

Transparências também são válidas para este final de ano, mas cuidado para não ficar vulgar!

Para aquelas que gostam de um estilo mais "largadão" tenho uma notícia: ESTILO BOYFRIEND AGAIN! lol
Uhuuul, voltem à roubar as roupas dos namorados! Mentira xD
Para quem ainda não conhece, existe um estilo de roupa feminina com toques masculinos. Calças mais largadas, com lavagens diferentes, cópias de vestimentas masculinas mas sem perder o corte e a valorização feminina. Vale a pena investir, parece que "boyfriend" veio para ficar por mais um bom tempo e não só em relação as calças, mas blusas jeans e coletes também.

Cores?
Depois do banho de cores fluor do ano passado e do surgimento dos nossos colegas coloridos (-n), os estilistas resolveram se acalmar e apostar nos tons pastéis. Bem, acho que todos concordam que quando está calor, o melhor é usar tons pastéis e não foge do ditado para a estação. Rosa, amarelo, azul e laranja são as cores. Espampas de flores com estas tonalidades são bem-vindas.

Aos sapatos, retornam ao uso os clogs(Pessoalmente eu acho isso uma tragédia. Estraga o look de qualquer um!), open boots, sapatênis, ankle boots, saltos que variam de rasteirinhas á santo de acrilico, agulha ou anabela. Com certeza em relação à sapatos as tedências são bem diversificadas. Muito couro junto com materiais naturais como madeira e palha. E aaaaaaaah, a moda safari nos pés está em alta, abusem das oncinhas, zebras, abelhas, rinocerontes... oO Imitação, ok? Não matem os bichinhos!

Em relação aos acessórios... bolsas pequenas e bem detalhadas, lenços para prender o cabelo em rabo-de-cavalo, óculos ainda de lentes coloridas(uó, como eu odeio!) e armações arredondadas(ok, lembra o estilo pin up que tanto amo, mas as cores...), brincos enoooormes com vários formatos e cores e cintos, sejam eles grossos ou finos.

Cabelos.. aaaah, os cabelos!
Estes sim fazem qualquer mulher sofrer independente da época. xD
Usaremos muita trança de lada daquele tipo desleixado, meio que soltando, o efeito "molhado", aquele que você prende ele beeem esticado e o cabelo parece eternamente molhado, cabelos ondulados com mexas largas tipos Joss Stone(lindooooo!!), curto com franjão à la Rihanna(ou Justin Bieber xD), rabo-de-cavalo baixo(aí vale investir o uso do lenço), coque alto desmanxando e por aí vai. O que vale é o uso do penteado despenteado, franja lisa e ondulações.
Pensando em cores, vale investir no uso de mais de uma tonalidade em cima da cor base do cabelo, tom sobre tom e as mechas californianas que tanto deram errado na cabeça de grande parte das brasileiras xD

Agora vamos falar de algo que eu realmente entendo... maquiagem!
Uma pele bem feita é natural de se exigir, afinal, maquiagem alguma fica realmente bonita com uma pele que deixa á desejar!
Sombras em tons de azul(aliás, não só sombra mas também batom.. looks futurísticos já são usáveis nas ruas), olho de gatinha com cores(lembra da Amy Winehouse? xD imagina uma cor no lugar do preto) e olho com contorno e delineado de gatinha na versão preta.
Batons em tons de laranja, rosa, vermelho alaranjado e azul. Parece loucura o batom azul na rua, né? Tudo começou nas passarelas e em premiações onde a Ke$ha deslumbrou com o azul turquesa na boca. E claro, posso afirmar que esta moda já está sendo usada em muitos lugares aqui de SP e eu mesma sou adepta! xD -apenasdenoite,ok?
Se for usar uma sombra neón, use o bom senso e deixe a boca nude!! Nada de misturar e usar sombra pink fluor com batom laranja. Não tente ser a Lady Gaga na rua porque as pessoas ainda riem disso, experiência própria!hauhauahua
Vou deixar aqui embaixo algumas fotos de maquiagens que ensinei em tutoriais e que estão em alta.. no próximo post posto(???) o vídeo de uma delas e escrevo em detalhes como fazê-la,ok?
Se quiserem escolher, fiquem a vontade. ^^
Aproveitem!





























































Aspas da autora: Tô ligada na "tatoo" que fiz no meu pulso ali em cima, mas tive que postar essa foto por parecer melhor os meu olhos. Desenhei aquele simbolo pois eu estava caracterizada de Lady Gaga para um trabalho. Entendo o que significa e não faço nenhuma apologia à mesma. Grata.

And here we go again!!
Beijos da Samurai

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Day 28 — Someone that changed your life

Tiago meu PEIXÃO!!

Grande amore da minha vida chegou a vez de te escrever. Tá certo que já escrevi muito por depoimento, não serei repetitiva aqui.
Se eu fosse inteligente escreveria um poema bem bonito tentando passar a importancia que você tem na minha vida, mas como me falta esse critério, tentarei definir de um jeito bonitinho o que penso e sinto.
As primeiras vezes que te vi foram no corredor da faculdade. Me lembro até hoje que era aula de aprendizagem com a Elvira. Eu estava moscando na aula(pra variar) e você passou na janela de mãos dadas com a Vanessa, usando moicano e óculos de mafioso!
hahah
Achei lindo vocês dois juntos e desde aquele dia comecei a ver vocês pela facul e rua. Um simples "oi" bastava.
Certo dia o Lucas resolveu nos apresentar e conversamos um pouco na lanchonete onde a Loren trabalhava.
Dias depois te vi de Pedrinho no Sitio do Pica Pau Amarelo quando fui levar o Felipe para passear.
Desde então te visitar no Sitio têm sido a coisa mais legal que faço na minha semana. Adoro ir te ver nem que seja para passar 20 minutos. A caminhada vale a pena!
Aprendi a te decifrar e entender o que acontece com você embora não me diga nada verbalmente, e nem precisa, seu olhar sempre me diz muito. Aprendi que a sindrome do Peter Pan também faz bem, se for dosada. Aprendi que sentir vergonha de fazer algo que se tenha vontade é perca de tempo e desamor. Aprendi á confiar mais nas pessoas e em mim mesma. Aprendi que roubar doces da Americanas pode trazer prejuizo de uma vida toda. Aprendi que amizade é mais do que tudo.
Você poderia não ter noção do quão bem você me faz e o tanto de lições que me dá a cada encontro.
Por isso te escolhi e te digo: VOCÊ MUDOU MINHA VIDA!
Só tenho que agradecer à Deus por este enorme presente marinho(que não me faz vomitar! lol)

Ti, eu amo você!!!

=*

Day 27 — The friendliest person you knew for only one day

Aaaah faculdade, nem sabia o que você era mas espera grandes surpresas e realmente tive!
Segunda ou terceira semana na faculdade. Entro na sala de aula e avisto uma aluna nova..haha.. isso é trecho de outra carta, pularemos para o que interessa!
Nesse dia eu te conheci Emilce. Confesso que a principio estranhei uma aluna de universidade acompanhada no primeiro dia de aula com sua mãe, mas gostei da iniciativa e união de ambas.
Conversamos por um tempo e logo você diz para a Aline: "viu Aline, é com pessoas como a Samu que eu quero que você ande". E eu choquei!haahua
Cooomo assim?
Até então todas as mães iriam querer suas filhas longe de meninas darks, com coturnos, correntes e cadeados pelas roupas e você foi totalmente o oposto, surpreendendo até sua filha!
Engraçado que nem nos falamos muito atualmente e vocês me consideram de sua familia bem como eu os considero da minha.. adotei novos pais e irmãos!

Obrigada pela confiança e carinho de sempre
Beijos

Day 26 — The last person you made a pinky promise to

Daaan

auhauhau
Mais uma carta para você, aliás, você é o único que recebeu 2 cartas aos invés de uma, como era a regra =X
Bem, o título da carta me fez escrever de novo porque você é a única pessoa no qual eu prometi algo por esses dias. Prometi que iriamos na lanchonete da Coca-Cola e eu faria uma maquiagem de corte em você.
Bom, promessa é dívida.. não sei quando irei pagar, mas vou cumprir minha palavra!

Sem mais!
Até o msn

=*

Day 25 — The person you know that is going through the worst of times

Psicóloga!
auhuahau
Acho que estava palavra já significa tudo.
E quem melhor para saber da minha vida e dificuldades senão ela.
Juliana, eu sei que poderia ter escrito para qualquer amigo, mas saber mesmo de todas as minhas dificuldades, só você sabe. As demais pessoas ouvem, mas você já tem um conceito diferenciado e se impõe de maneira diferente de meus amigos.
Entendo que eu seja chata(sei que você vai dizer "por que você se acha chata? xD) mas minha vida têm sido isso até agora e eu estou começando á mudar, saindo de todos esses conflitos que me cercaram há anos e toda essa tormenta que não superei.
Têm muita coisa que eu gostaria de dizer aqui, mas vou reservar para a próxima sessão de terapia, ok?
aauhaua

Beijos e até quarta!

Day 24 — The person that gave you your favorite memory

Felipe!

Oi, meu lindo!

Sabe, tia resolveu escrever essa carta para você e pretendo daqui alguns anos lhe mostrar.
A melhor recordação de toda minha vida foi seu nascimento!
Nunca me dei bem com sua mãe(fato!), mas chorei quando soube que ela estava grávida. Fiz ela ouvir musica sua gestação inteira para que você se acalmasse.
Na sua primeira ultrassom, vi vc fazendo o simbolo do rock \m/.. me emocionei e senti que o filho na verdade era meu!
Quando seu pai ligou da maternidade dizendo que você estava nascendo, eu sai correndo com sua vó para te ver.
Entrei e te vi numa sala de vidro. O médico estava te pesando. Minha primeira reação foi chorar. Sim, a babaca da sua tia chorou e muito. Me deu uma emoção tão grande, uma sensação tão boa.. meu coração pulava e dali eu não queria sair.
Quando te peguei no colo pela primeira vez, você estava soluçando. Me lembro de ter feito a simpatia de colocar uma bolinha de lã na sua teste e ter cantado uma músiquinha de ninar para você. Não deu 2 minutos e você parou de soluçar. Ficou olhando pra mim com aqueles olhos lindos e acinzentados e logo adormeceu.
Desde então procuro ficar sempre por perto e sempre cantando para você.
Com 1 ano e 7 meses você me ouviu cantando "the only exception" da banda Paramore e saiu cantando junto "you.... are.. leptetion" haahuhauahaa
Você é o bebê da tia!
Me motiva á viver a cada dia. Me anima sempre que estou triste. Fica gritando "titia, titia" pela casa pra chamar minha atenção. Carinhoso. Afetuoso. Esforçado. Musico desde cedo. Meu orgulho!

Saiba que eu vou fazer de tudo para que você sempre esteja muito bem e que te amo mais do que tudo, viu?

Beijos baby

Day 23 — The last person you kissed

Eeeeeeentão!
hauhauhauhaa
Acho que essa é uma daquelas cartas que todo mundo escreve e não mostra pra quem é, né?
Farei o mesmo xD

Bom, eu não sei bem ao certo o que se escreve pra alguém que se beijou. Qual o conteúdo deve ter? Se foi bom? Se não foi? Onde foi?
Eu acho que não...
ahhauaauha

Aaaai caramba, isso é constrangedor!
hauhau
Ok.. apenas te digo que o que passou, passou, mas ficou registrado aqui ♥
Se ainda nos falamos ou não tampouco importa.. o importante foi o momento.

=*

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Day 22 — Someone you want to give a second chance to

Hey Tammy, beleuza?

Pois é, cartinha para você também. Não sei se lerá, quem sabe um dia em uma das suas fugidas para o laboratório de informática(ahaaaaaaaa, sabia que você estava aí! xD)
Bom, amizade é algo que se quebra junto com confiança... na verdade, a confiança se quebra e dificulta a amizade.. aff... algo assim!ahuah
Dificuldades todos encontram pelo caminho.
Já conversamos por troca de depoimento no orkut e acho que o caminho é bem esse.
Não tenho raiva de você, mas também não sinto confiança e isso complica um pouco as coisas né?
Como eu já havia dito, eu posso recomeçar, mas é lá do zero, de bem longe, começando por um "oi, eu sou fulana, tudo bem?"
E é isso.. acho que não tenho muito o que escrever, tanto porque nem eu sei o que falta pra um recomeço.
E ae, como fica?

=*

Day 21 — Someone you judged by their first impression

Marcoooooooooooooooooooooos!
huahauhau

Tudo bom?

Claro que você não poderia faltar na minha seleção!
Te coloquei aqui por você ter me julgado quando nos conhecemos, se lembra?
hauhauhaa

Me lembro que o Lucas me chamou para maquiar os dançarinos da semana da comunicação. Fui de boa. Não demorou e você entrou na sala onde estava tendo o ensaio e pronto: "preciso de maquiadora"
huahuahuahuauhauah

Bom, pelo que você me contou, você não bateu muito(na verdade nada) com a minha lata por eu ter feito você passar vergonha em público por causa daquela loucura de "sombra escura e sombra neón"..ahuahua.. não foi por mal, mas a gafe foi toda sua! hauahuahauaua

No dia seguinte me adicionou no orkut e de lá fomos para o MSN. Agora eu afirmo que você é um grande amigo e ainda que você tenha me julgado pela primeira impressão, o que mais me vale é o quão bom você é para mim.
Você me dá conselhos
Você me dá incentivo
Você me vê na cam maquiada e rasha de rir porque pareço o bandido do The Sims
Você me vê me arrumando pra festa passo por passo.. Sério, passo por passo do look completo meeeesmo! xD oO
Você é o único que me chama de "bitche" [ainda bem, né? xD hauha]
Você é o único que dança na cam comigo
Você têm sido muito especial Marcola!

♥ forever

Day 20 — The one that broke your heart the hardest

"'I´m only gonna break break your, break break your heart.... I'm only gonna break break your, break break your heart." ♪♫

Todo mundo pode entrar em minha vida e ainda que eu escolha não deixar entrar... entrou pelo fato de eu pensar na escolha. Eu deixei você entrar.
Engraçado como abrir o coração implica em choro.
Tentei segurar, superei
Aguentei e iludi
Larguei mão

Bom, eu nem sei o que escrever para você!hahaua
Bom.. resolva-se, tome uma escolha em sua vid e siga em frente.
Não tenho raiva, não te evito.. estou na minha em relação não só à você, mas com todo mundo

Se cuida

Day 19 — Someone that pesters your mind—good or bad

Daaaaaaaaaan!

Tudo bom? xD
Então, você também entra para minha lista(atrasada) de cartas.
Eu estava em dúvida de qual íten você se encaixaria, mas vou deixar você aqui, sabe por que?
VOCÊ ME IMPORTUNA!
ahuhauaua
no bom sentido, ok?

Você não sai da minha mente por ser algo inusitado para mim. Primeiro porque te conheci ainda de uma forma habitual, na escola.
O que tem de inusitado?
Foi no dia que minha avó havia falecido e de certa forma eu já sabia. Foi no dia do meu exame de física e eu nem sabia! Foi no dia que eu falei mal do professor Marmo pro filho dele e eu não sabia!hauhauhuhauhuahau

Coisas estranhas me aconteceram naquele dia e tudo contribuiu para que eu não me esquecesse de você.
Sai do Cotet e ainda que por MSN, o contato continuou. Foi criado uma distância(noooormal) e bem.. esse ano voltamos á conversar, nos encontramos na rua quase toda semana, saimos há pouco tempo...
Sei lá, infinitas coisas.
Ainda não aceitei o fato de você ter cortado o cabelo, crescido e engrossado a voz..hauhaa.. mais motivos pra você perturbar minha mente... ou eu me pertubar te usando como pensante ou pensado... não sei, me perdi!
Em todo caso, ainda não consegui associar o Dan de quatro anos atrás e o Dan de agora, o presente. Eu não consigo traçar uma linha tênue entre os dois Dans. Me sinto perturbada de ter conhecido os dois e penso constantemente em como aconteceu essa mudança tão rápida... ou normal e eu que não sei usar minha imaginação.
Mais motivos?
Desde sempre você me pede em casamento!
auahuah
Engraçado que se eu parar para pensar, a maioria dos meus familiares se casaram de forma parecida. O homem sempre pedia a mulher em casamento e a mesma respondia com um sorriso. Anos depois, se casam. Eu penso sempre.. "será que vai ser o mesmo comigo?" xD
hahuahuah
Viu?
Você perturba minha mente inquieta!
haahuahuaha
Dentre tantas outras te prendo em minha mente. Prefiro que viva lá e assim sempre terei você em minha memória(até que o Alzhaimer chegue o.ô).
Obrigada por sempre estar presente em mim e nunca ter resolvido fugir para meu inconsciente




Day 18 — The person that you wish you could be

Brunno Pleffken

Hello Brito, tudo bem?
Sabe, esse projeto de escrever cartas é um barato muito engraçado! haahu
Ter que escrever cartas para algém nesse tempo tão moderno de email e publicá-las na internete.. sei lá, as pessoas acabam conhecendo um lado nosso que pouco convém expor. Carta é íntimo, carta para amigo intímo é pior ainda!hauhau
Bom, escolhi escrever para você no Day 18 porque você me serve de exemplo em diversas coisas e você vem constantemente perturbar minha mente. Ops, isso era pro Day 19, né? xD
Tá, voltando...
Força(de vontade, não física xD), determinação, coragem, desejo, inteligencia.. essas são algumas qualidades que vejo em você e tanto admiro!
Posso te conhecer há 4 anos, mas isso já me mostrou tanto sobre você que eu poderia escrever um livro sobre quem é o Brito(ok, não posso).
Estivemos juntos em tantos momentos engraçados em 1 ano de estudo juntos. Me lembro de você atacando o Chupisco com um pão de batata, de você fazendo pose sexy na mesa do professor, de ouvir LP na aula...
Nos formamos e ae?
The Alchemist! lol
Foi por pouco tempo, eu sei, mas foi muito bom. Nesse período passamos por nossa primeira discussão, mas isso não foi o suficiente para que nos afastasse. Isso porque amizade que é amizade nunca acaba independente dos contratempos.
Fim de banda, e ae?
É, só sobrou o MSN! hauhaa
Históricos de MSN me fazem pensar na vida, ainda mais se forem seus históricos. Você sempre teve muita confiança em mim e me contou coisas que são difíceis de se contar á qualquer um. Coisas que só Deus mesmo pra ter te ajudado e te mantido conosco. Você é forte.
Quando você quer algo, você corre atrás e nunca desisti. Até hoje não ouvi ou li você dizendo "não, chega, não dá mais, eu desisto". Sua persistencia é admirável!
Sabe aquela pessoa que sabe de tudo e mais um pouco e nem por isso é arrogante? Você é assim!
Brito, por mais chata que eu possa ter sido com você em algum momento, saiba que te admiro demais e dentre tantas pessoas que eu poderia escolher ser(como Silvio Santos xD), eu escolhi ser você, porque sua personalidade me cativa e me faz feliz com tanta fidelidade.

Obrigada por ser meu exemplo
Beijos da Samu

Day 17 — Someone from your childhood

Ana Júlia!

Infância.. aaah tempo bom!
Me lembro como se fosse ontem de como tudo começou.
Me lembro de sair da escola e meu pai estar conversando com seus pais e você na rua com seus 7 anos. Não nos falávamos.
Em pouco tempo me mudei para perto da sua casa. Em um sábado resolvi sair na rua e você estava lá. Começamos á conversar porque nossos pais estavam conversando. Me lembro que eles pediram pra gente ir na padaria comprar cigarro pra eles(óóó que exemplo!) e nos deu dinheiro pra comprar doce. Pronto, assim começa! hauha
14 anos de amizade!
Quantas recordações, quantos momentos.
Choramos juntas, rimos juntas, nos machucamos juntas, passamos apuros juntas.
Saudades imensas!
O mais engraçado é que perdemos o contato há uns 7 anos e essa semana nos encontramos por acaso no centro. Não mudou nada, parece que nunca deixamos de nos falar!
Eu só tenho que te agradecer por ter sempre sido essa mesma pessoa maravilhosa que conheci e que hoje está prestes á entrar na faculdade!

Saudades de você!
=*

Day 16 — Someone that’s not in your state/country

Aila

Prima, como vai?
Eu não sei nem como começar esta carta.
Nunca fomos grudadas, mas você sempre foi a prima mais presente na minha vida. Me divertia quando você vinha em casa passar as férias. Me divertia falando com você pelo MSN. Sorri quando você anunciou sua gravidez. Tive medo quando você disse que estava indo embora para Londres. Chorei quando soube que você perdeu o bebê. Você estava em Londres, tão longe...
Mas a vida sempre nos prega peças, não é?
O que vale é que você está bem e apesar dos apesar, está feliz.

Torço por você sempre
Conte comigo
bjus!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Day 15 — The person you miss the most

Saudade é aquela coisa gostasa.. na maioria das vezes.
Saudade da infância, dos amigos, da familia, dos lugares.. da vida!
Sabe de uma outra pessoa(tirando minha vó) que sinto muita falta? Do senhor vô!
Já fazem 11 anos que não nos vemos e saudade aperta.
Não vou escrever demais pois sei que sua visão não lhe permite mais enxergar tão bem e que não irá pedir para que outra pessoa leia!ahhaha.. mas gstaria de dizer que estou muita saudade e espero ir para a Bahia vê-lo em breve.
Beijos da sua neta

Day 14 — Someone you’ve drifted away from

Você, cara ex-amiga

Jamais pensei que iríamos ficar numa situação dessas. Uma amizade até então consistente, firme e foi tudo assim, água abaixo
não vou lhe escrever muito porque hoje em dia penso que não será válido. Para mim, me basta a distância.
Que seja muito feliz com sua nova vida
Até

Day 13 — Someone you wish could forgive you




Perdão

É assim que devo começar? Bem, não sei ao certo.
Acredito que muitos anos se passaram e muita água já passou, mas a vida é assim, não?
Ter alguém do lado significa isso, passar diversas coisas e correr riscos.
Quero pedir desculpas à você, Princesa.
Eu era grudada em você e desde que entrei na faculdade, acabei te deixando em segundo plano. Agora você partiu. Sinto falta.
Até então não havia chorado sua perda, ams quando vi essa sua foto, lágrimas rolaram em um instante. Só agora me dei conta de como você era companheira, carinhosa e agora não está mais em sua casinha e nem roubando frango da cozinha.
Perdão =\

Day 12 — The person you hate most/caused you a lot of pain

Considerando que não sinto ódio de ninguem e ultimamente a unica pessoa que me fere sou eu mesma, escrevo apenas uma simples frase de grande impacto para mim.

"Toda mudança começa quando queremos.. isso basta"

Day 11 — A Deceased person you wish you could talk to



Esta carta é mais uma daquelas que te escrevo de quando em quando e que sei que nunca será lida, não pela pessoa certa.
Sinto muito sua falta.
Desde que você se foi senti um grande vazio. Me senti triste, sozinha, uma dor que até hoje não passou. Você foi a primeira e única pessoa próxima que perdi.
Você me ensinou muita coisa sobre a vida e o principal: me ensinou á viver.
Te vi em todos os momentos tristes desde que descobriu o cancer. Vi sua internações, suas quimios, seus remédios. Te vi entre a vida e a morte algumas vezes antes de Deus te levar e isso me fez ver além do meu mundo. Descobri uma heroina bem ali na minha frente, que apesar das adversidades, sempre esteve sorrindo e me dizendo palavras das mais belas. Me foi um exemplo de cidadã, um exemplo de ser humano, um exemplo de vida.
Sinto saudade.
Perdi a conta das vezes que ouvia minha mãe dizendo ao meu pai que você tinha passado mal de novo e quando eu ia em sua casa, mal atravessava o portão e já te ouvia cantando. Acho que minha paixão pela música vem daí, minha vontade enorme de sempre cantar bem alto com todo meu folego vem dos dias que eu passava por detrás da goiabeira e a senhora estava pegando limão e cantando: "Deixa a vida me levar, vida leva eu..." sempre bem alto como se quisesse que o mundo todo lhe ouvisse e sentisse a mesma ânsia pela vida e pelo gesto. Cantar parecia ser um filtro que canalizava tudo o que acontecia. Sua expressão era feliz e sempre muito singela. Se mostrava mais viva do que nunca.
Queria que você ainda estivesse aqui comigo. Sei que não é possível e que precisava desse descanso, mas minha vida ficou vazia sem você aqui. Me lembro de você todos os dias e tenho isso como forma de me manter ativa, de não deixar que minha vida se estrague ou que eu perca de vez a vontade de viver, mas me falta...
Têm sido difícil.
Espero poder reencontrá-la em breve. Que falta me faz!

Vó, esteja onde estiver quero dizer que te amo muito e jamais deixarei que você me caia em esquecimento, em momento algum
Muito obrigada por ter me auxiliado no meu caminho enquanto pôode.
Saudades

Day 10 — Someone you don’t talk to as much as you’d like to


Kamila Chagas

No meio do meu percurso me veio este tal "Day 10". Sabe o que me fez lembrar você? O nome das nossas bandas, lembra?
ahuahuahuahuahuahuahau
Nightwish e Kittie!
hauauahuha
Ka, me lembro que conheci você um pouco depois de conhecer a Jéssica, mas ainda assim há 4 anos! Lembro que começávamos á tc no orkut de tarde, depois do almoço e íamo até tarde da madrugada todos os dias. Me lembro das conversas no MSN, de você reclamando que seu irmão estava te atormentando. Me lembro de tantas coisas boas!
Mas aí a gente cresceu e as responsabilidades vieram, cada uma se ocupou com uma coisa diferente e as conversas acabaram sendo menos frequentes e hoje, beeem mais raras.
Escrevo-lhe esta carta de coração para poder dizer o quão especial você é para mim, apesar do pouco contato.
Obrigada por sempre caminhar comigo e espero que a vida nos dê mais tempo para que possamos voltar, nem que por um dia, a jogar conversa fora.
Morgan, te considero muito.

Beijos da Tarja

Day 9 — Someone you wish you could meet



Ao longo de nossas vidas encontramos pessoas maravilhosas.. outras não. Você faz parte dessas tantas maravilhosas que encontrei por aí, dona Jéssica!
Quem diria que um tópico de uma comunidade de mulheres no vocal iria me dar uma grande amiga como você!
Nos divertimos por diversas vezes e passamos horas conversando, seja MSN ou orkut. Sinto que você já faz parte da minha da família.
Esta carta eu tenho que direcionar à alguém que eu queira encontrar e bem, quero encontrar você!Queria que nossa conversa de ontem no MSN se concretizasse, que você realmente viesse para cá neste final de ano pra gente tomar aquele chocolate quente no Café da Praça, passear no shopping, almoçar no restaurante nordestino, ir para o Sitio do Pica Pau Amarelo e claaaaaaaro.. maquiagem!
Também quero passar calor aí em Salvador e rodar a cidade gritando com você...ahuauh.. ok, tira a parte vergonhosa, a gente grita, mas sem girar =X
Fia, que este dia chegue e a gente possa compartilhar tudo o que aconteceu por meio de imagens aqui neste blog!

Adoro você
Beijos da Samu

Day 8 — Your favorite internet friend - amigo favorito da internet

Oi Anne, tudo bem?

Hoje é dia de escrever para você.
Tenho muitos amigos virtuais e todos eles tem um significado muito importante para mim, mas tem sido com você que minhas conversas tem fluido pelo orkut.
Não me lembro ao certo em que comuniadde do orkut nos conhecemos, mas me lembro que foi há 4 anos, época em que eu passava mais tempo no pc do que tentando descobrir o que é a vida.
Queria agradecer pelo seu companheirismo e por ter sido sempre tão simpática, aquela pessoa que ainda que eu não tivesse tido(??) tanto contato antes, está se tornando cada vez mais amiga e essencial.
Gostaria também de agradecer por você acompanhar minha carreira youtubísca e tentar recriar em você mesma os meus vídeos, por fazer pedids e pelos diversos elogios que recebo de você sempre.
Espero que esta amizade dure muitos anos e que um dia possamos no conhecer, né?

Beijos da Samu

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Day 7 — Your Ex-boyfriend/girlfriend/love/crush


Heeeey Rafa, tudo bom?

Esta carta teria que ser enviada de forma particular, eu sei, mas talvez não tenha nada de ameaçador eu escrever aqui mesmo.
Entendo que o término não tenha sido um dos melhores, mas ainda acredito que tenha sido melhor para ambos. Muita coisa precisava mudar para que desse certo e a caminhada ainda era beeem longa.
Não reclamo. Por todos os dias deste ano que estivemos junto, muito acrescentei em minha vida, aprendi muita coisa e espero que com você não tenha sido diferente.
Sabe quando você faz algo pensando lá no futuro? Eu agi assim.
Sabia que se mantivesse um relacionamento do jeito que o nosso estava, nos machucaria ainda mais e de nada valeria depois. Eu precisava de apoio e mudança naquele momento, queria algo que poderia levar anos, mas nem iniciativa você demonstrou.
Foi e ainda está sendo um tanto complicado administrar isso, mas o futuro à Deus pertence, né? ^^
Eu realmente não sei o que escrever! hauahua
Ok.. o melhor que posso fazer é agradecer por você ter sido sempre tão bom para mim. Obrigada

Beijos da Samu

domingo, 3 de outubro de 2010

Day 6 — A stranger


Querido estranho

Engraçado isso de "estranho". Existem muitas pessoas estranhas e muito mais variações desta palavra do que se imagina.
Ao falar de estranho, pensa-se em desconhecido. Minha máquina pensante me diz que não, estranho é apenas mais uma variação do que se é e como se vive. Estranho para mim é elogio. Gosto do excêntrico e divertido, gosto do que não é igual aos demais. Para mim, isto é estranho.
Não vou dedicar esta carta à algum estranho, dedico à todos os meus amigos, cada um por sua estranheza única.
Acredito que isso foi algo que desde pequena aprendi à pensar. Me lembro de passar horas pensando na seguinte música:

"Se tem bigodes de foca, nariz de tamanduá.. parece meio estranho, hein?! Também, um bico de pato e um jeito de sabiá. Mas se é amigo, não precisa mudar é tão lindo, deixa assim como está." ♪♫


Ser é estranho de nada ruim é. Ser estranho é ser especial por algo que só você tem.
Sou uma estranha e me orgulho disso.

And here we go again, sweets strangers!

Day 5 — Your dreams

Queridos sonhos

Peço-lhes que não me visitem durante o dia e permaneçam comigo de noite. Quero dormir e tê-los como fonte renovadora, mas mantenhma-se conscientes ainda que isso não lhes caiba como lógico.
Leve-me à felicidade e me permita perceber que tudo é real e não apenas ilusão. Materializem-se
Hey você, sonho de ser uma cantora. Isso, você.. venha cá. Volte para perto de mim e não suma mais. Sua presença faz de mim uma pessoa melhor, me alivia as angústias e me faz sentir aquela sensação gostosa no coração, aquela mesma e única sensação que ando reprimindo para não sentir mais. Ande comigo e eu não reprimirei mais. Me liberte.
E você também, sonho de bailarina. Por que demorou tanto para voltar? Vocé me fez uma enorme falta em todos esses anos. Que seja firme seu retorno.
Vejo por aqui que existem mais milhares de sonhos nos quais nunca sonhei mas aguardo sonhar. Peços que apenas não me abandonem. Sem vocês, eu nada serei.

Beijos de uma sonhadora

Série de terror: Inspired - "Jeniffer´s Body"

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Day 4 — Your sibling (or closest relative)


Esta carta eu devo dedicar à um irmão e bem, eu tenho dois, mas acredito que você Michell seja o que eu mais precise expressar algo.
Me recordo de quando éramos crianças e brincávamos na rua. Eu sempre fui tão moleque quanto você e também brinquei de bolinha de gude, futebol, skate e empinei pipa. Gostava disso. Gostava de brincar com você e com o Jean.
Quando eu passei dos meus 10 anos percebi que tudo estava mudando e você se distanciando cada vez mais e quando me dei conta, nada mais era como antes e te percebi como um estranho. Brigas e agressões se tornaram parte de nossa rotina.
Nossos dias têm sido cada vez mais tensos e apesar de eu não te suportar mais, me importo muito com você. Sei que se você ler isto pensará que eu sou retardada e mais um monte de coisas, mas é aquela questão.. ainda me lembro de como você era meu irmão, ficou marcado e sei que você está dessa forma hoje, mas você não é realmente assim, são consequências de descuidados com nossa saúde, né?
Tenho sido magoada por você dia após dia. Gostaria que tudo isso mudasse e que você se dispussésse á cuidar mais de si mesmo e fazer os tratamentos adequados para que pudéssemos voltas á ser uma familia como antes.
Tenho ótimas recordações de você e momentos que nenhum outro irmão poderia me proporcionar, bem como a foto acima ilustra. A apresentação do Felipe na igreja, se lembra? Eu me lembro que neste dia eu me emocionei e você me disse "hoje eu sou feliz" com os olhos mareados e um leve sorriso na face.
Você sempre me fez rir, cuidou de mim e se importou, ainda que se importar fosse um "pegue uma faca e se mate" ou então "não quer morrer? compre uma arma" e até mesmo "eu queria que você estivesse morta". Apesar de querer me ver morta ainda tento entender isso como uma forma de me ver bem, afinal, morta ninguém mexe comigo, não é?ahauhauhau
Nem sei o que escrever, neste momento não sinto coisas boas por você e você sabe o porque, discutimos agora pouco.
Quem sabe com a distância não possamos ser irmãos de verdade como antes?

Espero que você se encontre e tudo fique bem com você
Beijos da irmã

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Day 3 — Your parents

Pai e mãe

Não sei nem como se escreve para alguém tão próximo, não sei qual conteúdo seria viável. Acredito que bem como qualquer carta de cunho pessoal, devo deixar que meu coração e minha mente trabalhem em conjunto e unam as palavras por mim.

Bom, primeiro tenho que agradecer por vocês serem parte de mim e por terem me auxiliado em minha caminhada, me ensinando os princípios básicos da vida. Ok, foi clichê!

Sabe, há alguns anos eu tenho me sentido mais deprimida do que feliz. Não os culpo por completo, também errei e continuo errando muito. Mas sabe quando você realmente se encontra em um estado de infelicidade?

Vocês sempre me deram tudo em questão material, graças à Deus nunca passamos necessidades, sempre tive tudo do melhor, mas não tive uma coisa: vocês!

Embora estejam lendo isso nesse momento(é mãe, sei que você fuça aqui) e não concordando comigo, acredito que somente eu sei o que sinto e senti. Vocês podem imaginar e distorcer em algumas circunstancias, mas compreendo isso.

Peço à Deus todos os dias para mudar minha vida e mudar também muita coisa em nosso relacionamento e não me refiro só à vocês, mas aos meus irmãos também. É bem aquela coisa de ter uma família ideal e perceber que a sua não é nada do que você imaginava, que com o passar dos anos as coisas só foram acontecendo porque eu amadureci e percebi que no meu mundo de criança, tudo sempre seria perfeito.

Sinto angústia de pensar em muitas coisas do meu passado e mais ainda de pensar no meu presente. As vezes tenho vontade de apenas sumir e nunca mais dar as caras, mas as coisas não funcionam assim, né? Estou grandinha e tenho que enfrentar tudo para que só assim eu me em frente.

Já falei algumas vezes para vocês, talvez não tenham acreditado, mas vejo nossa família desmoronando e não consigo evitar as lágrimas.

Choro todas as madrugadas quase que a noite toda. Sinto muita angustia e um aperto imenso no coração sempre. Sinto isso ao longo do meu dia e tento mascarar com sorrisos e piadas. Funciona para quem me vê, mas ainda não consigo sentir o sentido da vida.

Perdi meu rumo no momento que me deparei com os gritos e meus desejos cessaram quando senti a ausência de ambos. Não era assim quando eu era mais nova, por que tudo teve que mudar?

Tanta confusão, discussão, brigas e ofensas me fizeram diminuir em todos os sentidos. A solidão me encontrou como melhor amiga também por este motivo, assim eu não sofria/sofro tanto. Por pior que seja vocês longe, é melhor assim para todo mundo e por este motivo sairei de casa no ano que vem. Já conversamos sobre isso, porém eu estava no meio de uma crise nervosa. Espero que a palavra de vocês valha da mesma forma.

Vou parando por aqui já chorando novamente. Acho que ainda não estou pronta para passar algumas coisas à limpo, não agora. Espero fazê-lo em breve


Beijos

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Day 2 — Your Crush


Tem gente que sofre não só por amores, mas também por paixões platônicas. Tem gente que vive apaixonado e outras que morrem por isso. Eu luto por você, minha paixão.

Talvez esta carta lhe pareça um tanto confusa, afinal, apesar de nos conhecermos há um certo tempo, parece que não nos conhecemos o suficiente.

Sabe aquela sensação gostosa de se ter por perto e ao mesmo tempo aquele aflito por não saber como conduzir o momento? Me sinto assim diariamente só de pensar em como tudo se foi e como tudo tende à ser e muito mais repentinamente quando nos trombamos por aí e sempre que isso acontece, meu coração me diz para tentar, mas algo na minha mente pede para que eu aguarde e vá devagar.

Confesso à você, minha grande paixão, que do meu passado você se tornou meu presente e hoje está aqui, sempre por perto, ainda que em pensamento. Relembro, revivo, repenso.. penso e organizo, elaboro e desejo.. anseio!

Paixão é labareda, início de um grande amor, uma nova aventura.

Minha paixão se transforma a cada dia e dela você se torna essencial, faz-me sentir diferente a cada segundo e nesse turbilhão de sentimentos e pensamentos, sempre me pego pensando em você.

Sofri pensando que nada daria certo, sofri em me privar de você. Sofri quando quis deixar isso ser intenso e ainda mais quando de mim, você se dissipou, deixou de fazer parte do que sou e avançou um passo distante em algum sonho que me era real. Você se tornou um objetivo inalcançável, impossível e que me exigia um esforço que eu já não mais tinha.

Passamos por momentos incríveis ainda que muitos imaginários, mas não demorou para que tudo isso me viesse em forma de dor. Me sinto impotente diante de tudo o que se passou, mas não penso em desistir de você.

Barreiras e obstáculos sempre tivemos, muitas coisas não são aceitáveis em níveis sociais e sempre tem alguém que se mete no meio. Não é mais o que quero e estou disposta à enfrentá-los mais forte do que quando demos a primeira caminhada.

Quero que saiba que estou delimitando meus desejos e mudando muitas coisas e tentar ser diferente em alguns aspectos que nos faça ficarmos juntos.

Quero você para mim, minha vida!

And here we go again!!

Beijos da Samurai

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Day 1 — Your Best Friend



Eu sempre escrevia cartas para as minhas amigas no tempo de escola. Adorava passar meu tempo escrevendo cada palavra com uma cor de caneta diferente, usava as de gel, com glitter, com cheiro e sempre cores neons. Desenhava, pintava, colava fotos nossas.. fazia da carta uma arte e esta tem sido uma das minhas melhores recordações escolares.
Já escrevi em forma de desculpa e de demonstração de afeto. Escrevi por mim e pelos outros. Dediquei sentimentos e lamentei-os depois. Reprimi o que sentia e me arrependi por isso.
Voltei ao tempo e por isso escrevo à uma amiga.
Meu lado nerd sempre grita comigo ao tentar interpretar cada palavra. Sabe o que significa amigo? Digno de confiança. Tamanho significado é algo muito especial e eu tenho isso como primordial, se assim posso dizer.

Esta carta escrevo para você, minha grande amiga Pê, que sempre caminha comigo desde que decidimos ser “gente grande” tomando o primeiro passo de frequentar uma faculdade.

Incrível como nos damos tão bem e nos entendemos desde o primeiro dia.


“- Você é nova na sala, né? - falo eu com um movimento brusco de caminhar em direção e apontar para a nova aluna

- Sou sim – responde com um ar duvidoso e assustado

- Aaah, então senta com a gente”



Me lembro deste primeiro diálogo como se fosse ontem.

Engraçado poder contar com alguém diariamente em tempo integral e saber que se precisar, tenho a liberdade de ligar de madrugada e fazer(abusar) dela para minha companhia, sentir que ela se torna um terra firme no qual eu posso me apegar e saber que ela vai me amparar, bem como eu farei quando o oposto ocorrer.

Amiga de faculdade, amiga de saídas, amiga de estudos, amiga de loucura, amiga de teatro, amiga-irmã, amiga residente, amiga e simplesmente assim.. amiga!

Dentre todos esses 845 dias muitas coisas importantes e significativas aconteceram e a partir dessas experiências cresci e aprendi muito sobre a vida e sobre o que sou. Sinto angústia em pensar que só temos mais o ano que vem para passar o dia na faculdade, conversar de forma inusitada, sair para comer em lugares totalmente diferentes a cada dia. Já sinto saudades até mesmo de dias que não vivemos mas que logo serão apenas lembranças.

Pezóca! Obrigada por ser quem você é e por sempre ser presente na minha vida

I♥you ermana!


And here we go again!!

Beijos da Samurai

30 Days Letter Project

Aaaaaaaaaah, não resisti!
Vi este post no Diário de um deprimido e agora resolvi que também escreverei cartas, afinal, ando com muita inspiração para escrever mas sem vontade de escrever coisas que sinto(ruins), por isso escreverei cartas.
Vai-se a idéia de cronograma

30 Days Letter Project


Day 1 — Your Best Friend
Day 2 — Your Crush
Day 3 — Your parents
Day 4 — Your sibling (or closest relative)
Day 5 — Your dreams
Day 6 — A stranger
Day 7 — Your Ex-boyfriend/girlfriend/love/crush
Day 8 — Your favorite internet friend
Day 9 — Someone you wish you could meet
Day 10 — Someone you don’t talk to as much as you’d like to
Day 11 — A Deceased person you wish you could talk to
Day 12 — The person you hate most/caused you a lot of pain
Day 13 — Someone you wish could forgive you
Day 14 — Someone you’ve drifted away from
Day 15 — The person you miss the most
Day 16 — Someone that’s not in your state/country
Day 17 — Someone from your childhood
Day 18 — The person that you wish you could be
Day 19 — Someone that pesters your mind—good or bad
Day 20 — The one that broke your heart the hardest
Day 21 — Someone you judged by their first impression
Day 22 — Someone you want to give a second chance to
Day 23 — The last person you kissed
Day 24 — The person that gave you your favorite memory
Day 25 — The person you know that is going through the worst of times
Day 26 — The last person you made a pinky promise to
Day 27 — The friendliest person you knew for only one day
Day 28 — Someone that changed your life
Day 29 — The person that you want tell everything to, but too afraid to
Day 30 — Your reflection in the mirror

P.S.: Roubado do Diário de um deprimido , que roubou da Skinny Secrets of Nina, que roubou do the bitter end, que roubou do The Bedroom Theory, que roubou da Quase-Normal, que roubou da Memorabilia Database e da Innuendo Blues.

Aguardem minhas cartas diárias
And here we go again!!
Beijos da Samurai

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Apenas mais um post



Nada era para ser em um instante em que tudo se modifica, tudo se distancia, tudo há de ser o que se é.

Sábado eu visitei a Fazenda Esperança da cidade de Guaratingueta(recuperação de alcoolatras e drogados) e tive uma experiência única. Aprendi que nada acontece a não ser que deixemos, nada é culpa do outro ou somos apenas as vitima... sempre temos alguma culpa também, afinal, nenhum moinho se move apenas por sua função.

“As coisas mais belas são ditadas pela loucura e escritas pela razão”.

Existem formas e mais formas de ser o que se realmente é, e de se viver o que se deve viver, pensar o que se quer pensar e aproximar o que se deseja.
Estive pensando que em tudo na vida há consequencias sobre tudo o que queremos, sejam elas coisas boas ou não.
Logo cedo entrei no meu twitter e li uma mensagem:
"A dificuldade atrai o homem de carácter, porque é abraçando-a que ele se realiza." (Charles de Gaulle)
.
Foi então que aceitei que os obstáculos sempre existirão e que a maioria são criados por nós mesmos. É uma capacidade inata, o homem é constituído pelos mesmos e só então é feliz.

Sim, feliz nas dificuldades. Claro, por que não?
Ainda mais porque mesmo que ele esteja feliz, não enxerga a felicidade como um todo, quer sempre mais e mais, logo, não se completa... ou melhor, logo não se modifica, não muda, não altera... se dissipa e se torna um aquém.
E quem quer viver como um aquém?
A que se une? À quem se adapta? Ao que preza?
Refletir sobre o que somos e onde erramos é o primeiro passo.
Pensar no que se é antes de pensar no que o outro peca.
Nada mais e isso me basta.

And here we go again!!

beijos da Samurai



segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Certas coisas a gente aprende com a vida


Perder amigo, apaixonar-se, ser só
Ser importante, ter importância e assim pensar
Retornar, reaprender, não se queixar...
E o tempo!

Decidir e viver
Viver e errar
Errar e lastimar
Retornar, reaprender, não se queixar...
E o tempo!


Errar e se desculpar
Desculpar e perdoar
Perdoar e retomar
Reaprender a não mais se queixar...
E o tempo!


Procurar por perfeição
Lutar pela igualdade
Despertar da ilusão
e alusão de ser quem não se é
E o tempo!


Medir a constipação de palavras
Colocar o óculos da realidade
Ingerir a cápsula dos sentidos
Perceber que o remédio vira veneno
E o tempo!


Tempo de importar-se
Tempo de entender-se
Tempo de perdoar-se
Tempo de sentir-se
Tempo de ser
O tempo do agora



And here we go again!!!
Beijos da Samurai

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

“Vivendo e aprendendo a jogar, nem sempre ganhando, nem sempre perdendo mas, aprendendo a jogar”



Tive mais uma sessão de terapia hoje e dessa vez quase não falei e não foi só por eu estar afônica(de novo!), mas por ser um dia de análise de textos.

Semana passada entreguei à minha minha psicóloga meus textos do "Páginas de um diário sem tabulação" para que ela tivesse uma noção de como escrevo. Bem, nosso tratado foi trabalhar um capítulo/post por sessão.

Meu
primeiro texto foi publicado em 2008 e dali houveram alguns grandes insights, muito mais significativos do que eu acreditaria poder exister, mas gosto disso e sinto que realmente estou me encontrando no mundo psicanalítico. Adoro as metáforas, adoro as analogias... adoro o simbolismo!
Mais uma vez eu pensei...

Agora pouco li o texto "A morte devagar" de Martha Medeiros no Traços de um homem. Se antes eu pensava estar morta, agora acredito que sou uma morta-viva. Tenho características apontadas por Martha como de um defunto, mas me vejo em diversas coisas de seres vivos, muitos deles que eu já não fazia mais e agora faço. Como já dizia Elis Regina, “Vivendo e aprendendo a jogar, nem sempre ganhando, nem sempre perdendo mas, aprendendo a jogar”. E assim é a vida.

And here we go again!!!
Beijos da Samurai